DICAS DE MARKETING PARA O DIA DAS MÃES

O Dia das Mães está entre as datas mais importantes no comércio brasileiro. Em 2017, a comemoração movimentou 1,9 bilhão só no comércio eletrônico, um aumento de 16% em relação ao ano anteriorEsse dado mostra que o Dia das Mães representa, portanto, uma ótima oportunidade para pequenas e médias empresas aumentarem suas vendas, independentemente de qual é o seu setor de atuação.

Você está pronto para desenvolver ações assertivas e converter todo esse público?!

Se a sua resposta for não, fique tranquilo, preparamos algumas dicas de marketing para o dia das mães para você se preparar e detonar nas vendas.

 

Planejamento é a alma do negócio

Como toda campanha, a de Dia das Mães começa pelo planejamento. Defina datas importantes com antecedência e não deixe para fazer na véspera!

Quais produtos você colocará em promoção? Como será feita a divulgação? O que você precisa mandar produzir, como artes e conteúdos com antecedência?

Esse é o momento de definir todo esse cronograma!

 

Cuidado com temáticas clichês 

Uma parte importante do planejamento da campanha é fugir de lugares comuns. Tome cuidado para não incorrer também em estereótipos relacionados com a maternidade e com a mulher, os quais a publicidade continua usando com frequência, a supermãe que dá conta de tudo e a que abre mão da própria vida para cuidar dos filhos são alguns exemplos. Desenvolva conteúdos de acordo com a sua Persona.

Não vivemos mais nos anos 70 onde as mães eram donas de casa exemplares com foco exclusivo na família, não é mesmo?

 

De uma atenção especial para o seu ponto de venda, site e redes sociais 

Para começar, crie uma identidade visual para o seu site e suas redes sociais, unificando-as e avisando que promoções vêm por aí.

Você pode colocar banners e pop-ups no site ou no blog com a mesma identidade visual anunciando as promoções.

Que tal desenvolver um artigo sobre o dia das mães focado no seu negócio para o seu blog?

Que tal fazer um post em seu blog sobre o Dia das Mães, dando dicas de presentes que se encaixem em diversas situações do dia a dia ou em gostos diferentes de cada mulher? Essa é uma forma de ajudar pessoas que estão indecisas, assim como mostrar que você sabe do assunto. E, é claro, ajuda a divulgar os seus produtos.

Trabalhando palavras-chave relacionadas à data você também consegue atrair tráfego orgânico, já que muitas pessoas estão procurando por essas dicas.

Repare como nos últimos 30 dias palavra-chave “dia das mães” ganha cada vez mais volume de buscas no Google, a tendência e aumentar cada vez mais ao se aproximar da data.

Um e-mail Marketing pode ajudar

Que tal selecionar hoje mesmo os seus melhores produtos para o Dia das Mães e enviá-los por e-mail com um cupom de desconto? Crie um e-mail bem atrativo e dispare-o para sua base!

Se você trabalha com serviços também pode desenvolver ações promocionais especiais para aumentar as suas vendas.

Esperamos que as dicas tenham sido úteis para você começar a planejar sua campanha de Dia das Mães. Aproveite o tempo que falta para fazer tudo com calma e se planejar bem e boas vendas!

Oportunidades de Marketing com a Páscoa

Ações de Páscoa - ReachLocal Brasil - Felipe Reis - Marketing

Mesmo não sendo uma data comemorativa tão popular para o comércio quanto a Black Friday ou o Natal, a Páscoa costuma aquecer as vendas, principalmente a de chocolates. Mas será que somente empresas do segmento alimentício podem aproveitá-la?

Planejamento é tudo

Estar próximo dos clientes é algo desejado por toda empresa, certo? Tenha em mente essa ideia de aproximação, que tem tudo a ver com a Páscoa, na hora de planejar seus conteúdos. O planejamento deve ser feito com alguma antecedência, cerca de um mês antes.
Mas tenha cuidado, pois a data tem significado religioso e você não quer desrespeitar a crença dos seus contatos. Por isso, o mais seguro é explorar mesmo os sentimentos de gratidão e aproximação, que são universais.

Explore o feriado

Apesar de ser comemorada no domingo, a Páscoa é antecedida pelo feriado da Paixão de Cristo, também conhecido como Sexta-feira Santa. Boa parte das pessoas terá pelo menos 3 dias para descansar. Assim, sua campanha pode focar nisso, oferecendo dicas e promoções que ajudem seus clientes a relaxar no fim de semana prolongado.

Uma passagem com desconto para um destino atrativo, uma massagem relaxante, aquela diária na pousada, livros para ler no feriado. Para vários segmentos é possível relacionar essa ideia de tranquilidade que o feriado traz para fazer uma oferta.

Use a temática da Páscoa

Relacionar sua oferta de alguma forma com o feriado de Páscoa, indo para temas correlatos, é uma ótima ideia.

Para quem exagerou no chocolate, por exemplo, que tal um dia no SPA para fazer um detox ou uma matrícula na academia?

Já para quem não come carne nos dias que antecedem a Páscoa, está aí uma oportunidade para restaurantes de frutos do mar, peixarias, dentre outros fazerem uma oferta especial.

E, mesmo que você não consiga fazer essa correlação, há quem não goste de presentear com ovos de chocolate, preferindo flores, vinhos, um livro e outros presentes. Nesses casos, capriche na arte, incluindo temas que remetam à Páscoa.

Ovos, coelhinhos, pegadas e cenouras são elementos bem comuns no imaginário quando o tema é Páscoa. Por isso, utilizá-los em seus emails, redes sociais, Landing Pages e outros materiais de divulgação ajuda a entrar no clima imediatamente.

Ofereça um brinde

Que tal oferecer um brinde para quem fizer compras acima de certa quantia no seu ecommerce, no estilo “nas compras acima de R$ 300, ganhe um ovo de chocolate”, por exemplo? Esse tipo de ação é uma forma de entrar no clima da Páscoa, chamando atenção para a sua campanha.
Se não for possível um chocolate, envie algum souvenir que seja interessante para o cliente e tenha relação com a Páscoa mas que, ao mesmo tempo, faça-o lembrar da sua empresa, como um coelhinho ou algum outro brinde personalizado.
Faça um concurso ou sorteio
Interagir é uma boa maneira de lembrar o seu público-alvo de que você também está em clima de Páscoa. Também é uma forma de conseguir mais seguidores, aumentar a consciência de marca e presentear seus seguidores, o que tem tudo a ver com o espírito de gratidão dessa data!

E aí, pronto para aproveitar a data em 2020?

E-BOOK: Como fazer um planejamento nas redes sociais

De nada adianta criar perfis ou páginas nas redes sociais se a sua empresa não tem um bom planejamento de gestão. As mídias sociais são muito importantes para qualquer estratégia de marketing, uma vez que elas aproximam a empresa de seu público, geram engajamento com os clientes e permitem aumentar o reconhecimento de marca, entre outros.

Baixe o nosso e-book e aprenda a desenvolver um planejamento de Redes Sociais efetivo!

 

Abra o e-book
“COMO FAZER UM PLANEJAMENTO NAS REDES SOCIAIS”
abaixo:

Autoridade do site: como transformar sua página em referência no setor do turismo ?

Você sabia que a autoridade do site é um dos fatores que mais fazem diferença na hora de construir uma marca no setor de turismo? Buscas sobre esse tipo de assunto são comuns na web e um site serve como uma excelente vitrine para o seu negócio.

Neste post, você verá um pouco sobre como gerar autoridade em um site, quais são os fatores que mais influenciam e como usá-los a seu favor. Preparado? Então, vamos lá!

O que é autoridade da página?

Antes de ver como aumentar a autoridade da sua marca no setor de turismo, é importante entender quais são os tipos de autoridade e como se relacionam.

A autoridade da página, ou Page Authority, diz respeito a como o algoritmo do Google analisa a sua página. Ou seja, como o mecanismo prevê e determina a qualidade e a relevância do material que sua empresa publica. Assim, essa métrica permite definir qual é o potencial de ranqueamento, isto é, estimar o quão boa será a performance na hora de exibir os resultados de uma busca.

O que é autoridade de domínio?

Se a autoridade da página permite identificar como cada post funciona individualmente, a autoridade do domínio revela informações sobre como funcionam em conjunto, do site como um todo. Assim como a autoridade da página, a de domínio foi desenvolvida pela MOZ para identificar modelos de ranqueamento e SEO. Essa é uma métrica que deve ser usada em longo prazo, acompanhando o volume de publicações do seu site.

Quais fatores influenciam na autoridade do site?

Às vezes, gerar valor e autoridade para o seu site pode parecer um desafio e tanto. Porém, existem alguns fatores que podem influenciar no resultado da sua empresa, como você pode conferir logo abaixo.

SEO

SEO é uma sigla para “Search Engine Optimization”, ou “otimização para os mecanismos de busca”. A ideia é aprimorar os elementos que deixam a sua página bem localizada entre os resultados de busca. Segundo uma pesquisa da Rock Content, mais de 50% das empresas fazem uso dessa estratégia, sendo esse o elemento mais importante para garantir bons índices de autoridade do domínio e da página. E qual é a razão disso?

A resposta é simples. Imagine que você tenha uma agência de viagens e crie um blog sobre turismo para atrair visitantes e conseguir clientes. O SEO é o meio pelo qual a sua equipe vai aumentar as métricas de autoridade contribuindo valor para o público.

Linkagem interna e externa

O backlink é um componente muito importante de um site. É responsável pela fidelização e reciclagem de tráfego — levando o público de um post a outro de forma intuitiva, para que navegue e aproveite mais o site.

O ideal é que você tenha um perfil de links de alta qualidade. Mas o que isso significa? Na prática, os links devem ter um trabalho similar ao dos outros itens da página que contribuem para a conversão. Procure explorar isso de formas variadas, com o uso de links para infográficos, landing pages, e-books, podcasts e assim por diante.

Uso de boas palavras-chave

A palavra-chave é o que faz com que o seu post possa ser encontrado pelos visitantes. Diz respeito aos termos que são digitados na barra de pesquisa do Google quando a sua persona tem uma dúvida.

Por exemplo, imagine que um potencial cliente fará uma viagem para o exterior. Algumas palavras-chaves como “o que levar para uma viagem” ou “pontos turísticos da Argentina” são capazes de direcioná-lo até o seu conteúdo.

E como encontrar boas palavras-chave, afinal? Existem várias maneiras. A mais recomendada é por meio de softwares que dispõem dessa finalidade, como o Keyword Planner do Google Ads, o Ubersuggest e o SEMrush.

Assim, você analisa métricas como o Custo por Clique (CPC), o Volume de Busca e a diferença entre palavras de Cauda Curta (head tail) e de Cauda Longa (long tail). Além de examinar as palavras-chave da concorrência e obter insights do que o público precisa.

Torne sua página social friendly

A integração com as redes sociais — e a quantidade de compartilhamentos estimada — é um forte indicador do engajamento que a sua página tem. Não só em alguns posts específicos, mas também na autoridade de domínio como um todo.

Procure criar perfis que: permitam uma boa comunicação com a comunidade que tenha interesse por assuntos sobre os quais a sua empresa produz conteúdo. Em um blog sobre turismo, por exemplo, aqueles que contribuem com curiosidades, roteiros e dicas de viagem são bons exemplos.

Garanta uma boa experiência mobile

A experiência mobile é de extrema importância, pois 48% dos usuários costumam fazer buscas no Google por meio de smartphones. Por isso, o algoritmo penaliza sites que não adaptem o design para os dispositivos móveis.

Pop-ups excessivos, textos mal alinhados e carregamento lento estão com os dias contados, já que são fatores que prejudicam o ranqueamento e a autoridade dos posts. Quer saber como adaptar seu site para o mobile?

O ideal é começar pelo mobile first, isto é, projetar a página pensando primeiro nos smartphones e depois na exibição para computadores. Desse modo, o seu público tem uma qualidade de navegação no site muito maior, sem abrir mão da versão para desktop.

É importante assegurar que o carregamento também corresponda aos hardwares mais modestos. Por isso, comprimir as imagens e reduzir o excesso de elementos visuais é essencial. E lembre-se de que a qualidade e a extensão do conteúdo são elementos fundamentais para o ranqueamento. Os posts mais bem indexados no assunto viagens e turismo contam com uma média de 1.500 a 1.850 palavras.

Garantir um bom nível de autoridade no site, como você viu, é primordial para fazer com que a sua marca alcance uma boa visibilidade na web. E não só isso, trata-se de uma forma inteligente e estratégica de tornar os seus materiais mais relevantes.

Achou o nosso texto útil? Então, não deixe de compartilhar nas redes sociais para que todos os seus amigos também fiquem por dentro do assunto!

Como criar uma landing page focada no setor de saúde?

Se você tem uma empresa no setor de saúde, certamente já quebrou a cabeça se perguntando sobre quais são as melhores formas de atrair público e conseguir pacientes. No entanto, a resposta para essa pergunta pode estar nas páginas de captura.

E o que isso significa? Basicamente, que você precisa entender como criar uma landing page para elaborar uma estratégia de marketing que funcione.

Neste post, você vai ver como planejar suas páginas, qual é o perfil do cliente no setor de saúde e como lidar com as expectativas do público. Preparado? Então, vamos lá!

Qual é o perfil do cliente no setor de saúde?

O perfil do cliente no setor de saúde é bem diferente daquele de dez anos atrás, e muito disso tem a ver com o avanço tecnológico e o acesso à internet popularizado. A seguir, listamos algumas das principais características desse tipo de consumidor.

Consumidor mais antenado

Essa é uma consequência direta do acesso à informação mais distribuído. É muito comum, antes da realização de consultas e exames, que os pacientes pesquisem sobre os próprios sintomas em mecanismos de busca como o Google, por exemplo.

Nesse sentido, um bom investimento em SEO pode ser útil para colocar, no topo dos mecanismos de buscas, páginas que tirem dúvidas sobre o assunto.

Maior segmentação

A produção de conteúdo na web tornou mais inteligente a busca por médicos.

Isso porque, ao marcar uma consulta, o paciente já tem informações mais específicas sobre o seu problema e quais são os profissionais mais indicados para lidar com ele.

Como criar uma landing page focada no setor de saúde?

A primeira coisa a se considerar na hora de criar uma landing page é responder à pergunta: “qual é o problema que o visitante precisa resolver?”.

Lembre-se de que esse tipo de página não é apenas voltada para aumentar o número de leads — e sim, para tornar o marketing médico mais eficaz.

A seguir, listamos os tipos de busca mais comuns na área de saúde, e como construir landing pages que correspondam a elas. Confira!

Agendamento de consultas

Esse é o tipo de busca mais simples e fácil de resolver. O agendamento, geralmente, é feito pelo site institucional, em áreas que dispõem de informações de contato ou endereço da instituição.

Nesse caso, artigos que abordem doenças que não podem ser tratadas por conta própria são excelentes, ainda mais se tiverem CTAs linkando o artigo ao site institucional.

A função da landing page, portanto, passa a ser mais direcionada às questões financeiras, como descontos e benefícios.

Informações sobre sintomas, doenças e medicamentos

A busca por informações sobre sintomas é muito comum, e os artigos ideais são os que elucidam questões sobre as possíveis doenças. Nesse caso, as melhores landing pages são as que levam o visitante para materiais mais densos, como e-books.

No caso da pesquisa sobre doenças, o número de informações médio que o visitante precisa para ser levado a uma ação (como clicar em um link) é consideravelmente menor. Nesse caso, o tempo para o visitante ser direcionado a uma landing page é reduzido.

Já nas buscas sobre medicamentos, os artigos têm a importantíssima missão de expor o limite entre o autotratamento e a busca por profissionais especializados. As landing pages, nesse caso, são voltadas a elucidar esse tipo de dúvida, deixando claro que os materiais não substituem a bula.

Orientações gerais

Aqui, as pesquisas são voltadas a orientações simples e rápidas, para casos como os de queimaduras leves e picadas de insetos.

O ideal é redirecionar o tráfego para outros artigos do site por meio de link building. Assim, torna-se mais fácil fidelizar o público e levá-lo a outras landing pages.

A conversão em lead é feita por meio de páginas com materiais mais robustos e que complementem o conteúdo, em um fluxo de nutrição por e-mail.

Alimentação saudável para casos específicos

Uma boa parte da população brasileira tem problemas de saúde cujos tratamentos restringem a alimentação. Mais de 20% dos adultos tem hipertensão e quase 9% da população total do país tem diabetes.

A partir daí, forma-se um grande público consumidor de conteúdo. Nesse caso, e-books, podcasts e webinários tem um papel útil nas landing pages.

Temática de prevenção

Existem vários períodos de alta na busca por conteúdos de prevenção ao longo do ano, como setembro (devido ao setembro amarelo — autismo), outubro (outubro rosa — câncer de mama) e novembro (novembro azul — câncer de próstata).

O ideal é usar posts que tenham CTAs, direcionando o público para a landing page e elucidando questões básicas sobre sintomas, causas, formas de diagnóstico, tipos, medidas de prevenção, fatores de risco, tratamentos, consultas periódicas e tabus.

E-books, podcasts e webnários são alguns exemplos de materiais ricos e detalhados sobre como se prevenir, que são excelentes para explorar nas suas landing pages durante essas épocas do ano.

Nutrição e dietas para emagrecimento

Esse assunto é um dos mais populares em sites que tratam sobre saúde. Falar sobre o próprio peso ainda é um tabu para muitas pessoas, e existem diversas dietas populares que rendem muitas polêmicas.

E-books relacionando posições da medicina sobre o funcionamento das dietas são muito eficazes para usar na landing page e atrair esse tipo de público, orientando sobre como emagrecer de maneira saudável.

Remédios caseiros

Essa é outra grande fonte de polêmicas. Existem muitos mitos sobre tratamentos caseiros — assim como muitas coisas que funcionam. Por isso, as landing pages que têm o trabalho de separar o joio do trigo costumam funcionar bem.

Como vimos, saber como criar uma landing page no setor de saúde é muito importante para converter os seus visitantes em leads e transformá-los em futuros pacientes. Assim, você passa a agregar valor para o seu público e ainda garante algumas consultas.

Lembre-se de que, para que as landing pages funcionem, elas precisam fazer parte de uma estratégia de marketing completa — e a ajuda de uma agência especializada pode ser muito útil nessa hora.

Quer saber mais sobre como tornar a sua empresa mais próspera e conhecida? Então, assine a nossa newsletter e receba conteúdos exclusivos!

Marketing Digital pode trazer muitas vantagens para as empresas, principalmente em aspectos como crescimento, alcance, visibilidade e o fato de ser em média 60% mais barato em relação as mídias tradicionais.

Pensando nisso, o centro de idiomas CNA passou a investir em Marketing Digital e você pode conferir os resultados com o infográfico abaixo:

O Marketing Digital pode trazer muitas vantagens para as empresas, principalmente em aspectos como crescimento, alcance, visibilidade e o fato de ser em média 60% mais barato em relação as mídias tradicionais.

Pensando nisso, a Rede Hotel Direto em parceria com a ReachLocal desenvolveu a performance online de mais de 60 hotéis e obteve resultados além do esperado. Confira abaixo o infográfico e tire suas próprias conclusões quanto a eficácia do Marketing Digital.

Sua empresa está pronta para a era da experiência do cliente?

Como você acredita que o público avalia a sua empresa? Se você não sabe responder a essa pergunta ou acredita que a avaliação não é boa, é hora de atentar para a experiência do cliente que a sua marca proporciona. Afinal, essa preocupação pode ser a chave do sucesso para o seu negócio.

Por isso, mostraremos neste post o que realmente representa essa experiência, a sua importância e como promovê-la. Boa leitura!

O que é a experiência do cliente?

Você já notou que as empresas de sucesso se esforçam bastante para atender às necessidades do público? Vamos usar a Netflix como exemplo. Ao utilizar a plataforma de vídeos, você tem a possibilidade de dar notas para os filmes e séries que assistiu. Então, a partir dessa avaliação, são recomendados outros conteúdos de acordo com aquilo que você gostou.

A ideia por trás dessa estratégia é direcionar você àquilo que pode agradá-lo mais, gerando uma melhor experiência. Com isso, suas escolhas se tornarão mais efetivas e você estará mais satisfeito com o serviço, permanecendo com a assinatura e indicando para outras pessoas.

Esse é um exemplo claro em que a empresa está preocupada em oferecer uma boa experiência ao usuário. Porém, não pense que isso se restringe ao momento da compra.

A experiência começa a ser construída a partir dos primeiros contatos com a marca, seja em uma mensagem nas redes sociais, em um telefonema, ao entrar no site ou mesmo na embalagem de um produto no ponto de venda.

Então, podemos dizer que a experiência do cliente é a percepção gerada sobre a marca, a partir de qualquer interação do público.

Mas por que essa experiência é importante?

Para entendermos a importância de oferecer uma boa experiência do cliente, vamos analisar dois pontos. O primeiro é que reter é mais barato do que adquirir.

Um cliente que já conhece a empresa, passou seus dados de contato e já foi impactado pelas ações de marketing da companhia passou por uma série de investimentos. Agora, nada mais interessante que colher os frutos desse trabalho. Atrair e não conquistar a fidelidade dos consumidores é uma oportunidade desperdiçada.

Se um cliente não tiver suas necessidades atendidas de forma eficiente, no momento que ele precisou, fatalmente não desejará fazer novos negócios com a empresa.

O segundo ponto é que seu concorrente está logo ali. A internet quebrou as barreiras físicas do mercado. Qualquer empresa com um site, seja ela grande ou pequena, consegue vender seus produtos para um território bem grande. Então, se você se preocupa em só fazer uma venda, sem avaliar a experiência, seu cliente pode simplesmente buscar uma outra opção no mercado, seu concorrente.

Ao se preocupar com toda a experiência de compra, a marca ganha a confiança de seu público e se torna uma referência, sendo indicada pelos clientes, ganhando novos consumidores e compras recorrentes.

Como gerar uma boa experiência para o cliente?

Agora que você já viu o que é essa experiência e a sua importância, mostraremos as principais dicas para aprimorá-la:

Conheça seu público-alvo

O primeiro passo para gerar grandes experiências é conhecer o público-alvo. Isso é fundamental para qualquer estratégia. Sem esse conhecimento você pode direcionar suas ações para o público errado, perdendo dinheiro e tempo.

Entenda quais são as necessidades dos clientes

Parte muito importante de conhecer o público-alvo é saber as suas necessidades. Afinal, a sua marca deve atendê-las de forma eficiente.

Faça pesquisas, converse com seus clientes e busque informações sobre os motivos que os levam a comprar seus produtos ou serviços, como eles são utilizados, a importância no dia a dia, o que eles desejam e precisam.

Pense em cada interação

Como já dissemos, a experiência do cliente não é só com a compra, ela começa muito antes. Qualquer que seja a interação com a marca, gera uma percepção.

Uma loja física, por exemplo. Se o cliente entra no estabelecimento e é mal recebido pelo vendedor, dificilmente ele comprará algo. No ambiente online ocorre da mesma forma.

O atendimento em um chat online, pelas redes sociais, telefone, e-mail ou qualquer que seja o canal, deve ser muito bem feito, com atenção e cuidado. As embalagens também merecem atenção, pois elas podem refletir a qualidade dos produtos.

Abra canais de comunicação

Um consumidor que não consegue se comunicar com a empresa não a escolherá nas suas compras. Portanto, crie e divulgue vários meios de comunicação.

Lembre-se de ter pessoas preparadas em cada canal para realizar um bom atendimento e manter o mesmo padrão em todas as alternativas, fortalecendo a identidade da marca.

Ofereça qualidade

Supere as expectativas do seu público, vá além do que eles esperam. Falamos da Netflix e como ela cria sugestões a partir do gosto de cada cliente. Nas redes sociais, as dúvidas são sempre respondidas com bom humor e agilidade.

Outra empresa que entrega ótimas experiências é a Starbucks. Seu objetivo é transformar cada oportunidade do dia em momentos agradáveis, que podem ficar marcados na memória.

Um simples café — com o seu nome carinhosamente escrito no copo — pode se transformar em um diferencial!

Peça avaliações

Uma ação importante para oferecer experiências do cliente agradáveis é fazer avaliações, como as pesquisas de satisfação.

Pergunte aos seus consumidores o que eles acharam do produto ou serviço, da forma com que os problemas foram resolvidos, da eficiência da solução, dos canais de comunicação e ainda o que pode ser melhorado. Isso mostra que a empresa está preocupada em ouvir seu público.

Nunca se canse de melhorar

Por fim, sempre tente melhorar as experiências. Não fique satisfeito se os seus clientes derem boas avaliações. Faça testes, pesquise, estude novas propostas. Surpreenda seus consumidores e eles podem se tornar fãs da marca!

Como vimos, oferecer uma boa experiência ao cliente é essencial nos dias de hoje. Uma empresa que não se preocupa com isso está traçando maus caminhos!

Tenha atenção com todos os pontos que listamos e supere as expectativas. Os resultados farão toda a diferença, colocando a sua empresa como uma referência, atraindo novos consumidores, retendo os já conhecidos e aumentando os lucros.

Gostou do nosso artigo sobre a experiência do cliente? Para não perder nenhum dos nossos conteúdos, curta também nossa página no Facebook.

Como gerar mais oportunidades de negócio e vendas para sua empresa no Carnaval

como-gerar-mais-oportunidades-de-negocio-e-vendas-para-sua-empresa-no-carnaval-reachlocal

O período do ano que muita gente esperava está chegando! Foliões saem às ruas para se divertir e isso, inclusive, atrai muitos visitantes de outras regiões e até mesmo de fora do Brasil. Toda essa diversão também é vista com bons olhos pelos empreendedores, que enxergam uma grande oportunidade para alavancar oportunidades de negocio e vendas para sua empresa no carnaval.

Então, se você também deseja aproveitar esse período de festa e alegria para gerar lucro, este artigo será muito importante. Mostraremos nas próximas linhas como você pode tirar o melhor proveito dessa data. Confira!

Como são as vendas no Carnaval?

O Carnaval já está batendo na porta e pedindo para entrar. Festas e muita diversão já estão garantidas na agenda. É hora de pegar a sua fantasia e encontrar com os amigos nas ruas. Mas e quem deseja utilizar esse período para garantir boas vendas? Será que é possível? Com certeza!

O Carnaval é um símbolo de nossa cultura. Estrangeiros de todo o mundo buscam a nossa alegria nesse período do ano e se encantam com a simpatia e beleza do povo e da nossa natureza. Esse aumento no fluxo de pessoas gera uma enorme movimentação financeira, em diferentes setores.

No ano passado, só no estado de São Paulo, o montante gerado chegou a R$ 1,5 bilhão, valor divulgado pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos, ABEOC Brasil. Já Salvador, destino escolhido por dois milhões de turistas, segundo dados divulgados na Revista do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da CNC, movimentou R$ 2 bilhões.

No Rio de Janeiro, cidade mais requisitada durante o período de Carnaval no país, o público de rua chegou a quase 6 milhões de pessoas. Só na rede hoteleira, a renda foi de aproximadamente R$ 3 bilhões, segundo dados da Riotur.

Para este ano, a projeção também é bastante animadora para as empresas que desejam fazer boas vendas no Carnaval. No Rio, apenas em patrocínio, o estimado é que sejam alcançados R$ 56 milhões em cotas de empresas como Uber e Ambev.

Mas como todos esses dados podem ser interpretados no seu negócio? Será que uma empresa, mesmo sendo pequena ou de médio porte, pode aproveitar as oportunidades para gerar mais lucro? A resposta é sim e mostraremos, no próximo tópico, como você deve se preparar para isso.

Como aproveitar as oportunidades?

Utilize o Marketing Digital

Os recursos proporcionados pelo Marketing Digital podem fazer qualquer tipo de negócio conquistar ótimos resultados, seja por vendas em uma loja física ou por meio de uma loja virtual. Isso porque ele oferece estratégias que permitem um enorme alcance, aliado a um poder de segmentação do público-alvo e à capacidade de mensurar cada resultado.

As redes sociais, por exemplo, são grandes ferramentas que você pode explorar. Para aumentar as suas vendas no Carnaval, uma dica é criar uma página para a sua marca — se ainda não tiver — para estabelecer um sólido e próximo relacionamento com os seus clientes.

Dentro das plataformas é possível criar campanhas de anúncios. Assim, você consegue apresentar os seus produtos a um grande número de pessoas, seja direcionando os visitantes até a loja física ou disponibilizando o site para as compras na loja online.

Outra possibilidade é investir em Marketing de Conteúdo. Nessa estratégia, a marca cria e compartilha conteúdos relevantes ao seu público, ajudando a entender melhor as necessidades e buscar as soluções mais adequadas no mercado. Como resultado, a marca conquista credibilidade e pode se tornar uma referência para os consumidores.

Esses são apenas alguns exemplos do que conseguir com o Marketing Digital. As estratégias e ferramentas podem e devem ser utilizadas em qualquer tipo e tamanho de empresa. Portanto, entre nessa você também!

Pense em produtos para a demanda do Carnaval

O período de Carnaval beneficia diferentes nichos de mercado. Empresas do ramo de hotelaria, turismo, fantasias, bebidas e alimentos podem ter um enorme aumento nas vendas. Para tanto, os empreendedores devem pensar nas demandas e necessidades dos foliões, bem como naqueles que querem distância do barulho e agitação.

Uma boa tática é desenvolver produtos personalizados para as festas — basta lembrar que muita gente não abre mão das fantasias para curtir a folia. Outro mercado que sai fortalecido é o de bebidas, pois o consumo de álcool aumenta consideravelmente, o que representa aumento dos lucros para donos de bares, restaurantes ou distribuidores.

Para oferecer uma opção de sossego aos mais reservados, pousadas e hotéis podem criar anúncios mostrando como tudo será preparado para que os dias de lazer sejam tranquilos e relaxantes.

Busque patrocínios com blocos carnavalescos

Os blocos são verdadeiras atrações para os foliões e têm o poder de juntar muita gente. Sem falar que o Carnaval de rua é uma grande festa que conta com apresentações de diferentes estilos. Mas, afinal de contas, como as empresas podem gerar negócios com isso?

Uma excelente dica é tentar estabelecer parcerias com os blocos carnavalescos, em formas de patrocínio. Como muitos desses blocos dependem de ajuda financeira das empresas para cobrir os custos, você pode tentar essa possibilidade em troca da exposição da marca e direcionamento do público para os seus produtos.

Para isso, planeje com calma e calcule bem o investimento necessário, analisando a real possibilidade de retorno para o seu negócio — até porque uma parceria só é boa quando os dois lados saem ganhando.

Entre no clima das festividades

Por fim, não se esqueça de entrar no clima do Carnaval! Se as suas vendas são feitas em uma loja física, crie toda a decoração para a data, atraindo as pessoas para o interior do estabelecimento. Já se você atua na internet, também pode usar essa estratégia, criando um design específico para o evento.

Porém, independentemente do tipo de ponto de venda, não deixe de lado o Marketing Digital, que já foi mencionado, para atrair mais clientes e, dessa forma, impulsionar suas vendas.

Como vimos neste artigo, a movimentação financeira é bem significativa durante esses festejos. Para aproveitar as oportunidades e conseguir boas vendas no Carnaval, procure seguir as dicas que fornecemos. Os resultados podem ser fantásticos, fazendo com que você comemore bastante esse período!

E então, gostou do nosso artigo sobre as vendas no Carnaval? Assine agora a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este e aproveitar todas as oportunidades!