Qual é a importância dos diretórios de busca na sua estratégia de Marketing Digital?

Os diretórios de busca foram os primeiros grandes aliados para quem desejava divulgar sites na web. Entretanto, devido às mudanças dos critérios de ranqueamento dos mecanismos de pesquisa, esse recurso passou a dividir espaço com outras estratégias.

Mas será que os diretórios são mesmo dispensáveis hoje em dia? Ainda que sejam um recurso um pouco antigo do marketing digital, não dá para descartar sua importância em situações específicas. Para alguns casos, ainda podem ser muito bons!

O post a seguir vai trazer tudo o que você precisa saber sobre a atuação dos diretórios de busca e esclarecer se eles ainda podem entregar resultados satisfatórios. Continue a leitura!

A importância dos diretórios no início de tudo

Os diretórios surgiram como o primeiro recurso para indexação de sites na web, tornando-os visíveis especialmente nos mecanismos de busca do Google. Essas ferramentas permitiam que os sites fossem cadastrados de forma rápida e por subdivisões, criando até mesmo diretórios de prestadores de serviços específicos.

Basicamente, eles catalogavam os sites presentes na web reunindo tudo e dividindo por diferentes especialidades. Entre suas vantagens está o fortalecimento dos links, fator muito importante para a relevância da página.

Era por meio do banco de dados dos diretórios que o Google tirava como base os sites mais importantes para indicar nas buscas dos usuários. A ferramenta já foi o principal recurso para divulgação de presença online, visando aumentar o fluxo de visitantes para os sites.

Entretanto, com o passar do tempo e as mudanças do algoritmo do Google, o diretório foi gradativamente dividindo espaço com outras estratégias.

Os diretórios de busca como recurso atual

A discussão existe e é pertinente: os diretórios de busca ainda conseguem fazer algo de relevante pelo meu site? A resposta é: sim, desde que sejam usados da maneira correta! Alguns fatores precisam ser bem definidos e considerados na hora de investir nesse recurso.

Como falamos, os diretórios hoje não são tão eficientes com o algoritmo do Google, mas em casos específicos e da maneira correta, é possível tirar proveito para tornar um endereço na web relevante.

Antes de tudo, é importante ressaltar que eles devem ser utilizados como apoio às estratégias de SEO, nunca sozinhos. Caso contrário, os resultados ficarão muito abaixo do esperado.

Quando fazer

Na hora de indexar novos endereços na web, o Google utiliza dados de outros sites que já estejam ranqueando esses links. Sendo assim, especialmente para os novos endereços, é interessante fazer o registro nos diretórios de busca, pelo menos inicialmente. Eles oferecem links de qualidade e relevantes para o Google.

Uma das vantagens dos diretórios é a possibilidade de tráfego referencial. Esse recurso consiste em indicações do link do seu site em outras páginas ou blogs, feitos de maneira natural quando é abordado algum tema relacionado ao seu tipo de negócio. Por isso o termo “referencial”.

É possível agregar boa popularidade e impulsionar um tráfego considerável somente com esse primeiro passo de registro de um novo site, mas é importante que isso seja feito com um diretório de qualidade.

Fundamental fazer um trabalho completo

É necessário considerar que essas ferramentas sejam combinadas também com outras estratégias de SEO, já que elas cumprem um papel fundamental no posicionamento de sites em rankings de buscas.

Além do aumento de tráfego e da garantia de um bom ranqueamento nas pesquisas de Google, o SEO permite também que os sites figurem no ilocal, uma plataforma online que funciona como um diretório de fornecedores e prestadores de serviço, divididos por categoria.

Nas informações de cada uma dessas empresas, é possível encontrar todos os dados sobre ela, inclusive links.

Fundamental para pequenas e médias empresas

Alguns dos principais mercados dos diretórios de busca atualmente são as pequenas e médias empresas, que precisam de investimentos iniciais em estratégias de marketing digital para ganharem um destaque rápido por meio de links de qualidade.

Os diretórios conseguem oferecer isso graças à consulta do Google, conforme falamos. Por esse motivo, é importante que o investimento inicial dessas empresas de menor porte seja nos diretórios de busca.

Além disso, o orçamento das organizações é bem mais limitado do que o das grandes empresas, o que impossibilita investir em outras estratégias de marketing digital. Os diretórios são opções bastante consistentes, eficientes e com um ótimo custo-benefício.

O surgimento dos diretórios de busca no Brasil

Os diretórios surgiram no Brasil por volta de 1995, quando a internet abriu espaço para as empresas anunciarem seus serviços. Rapidamente cresceu o número de páginas empresariais e, assim como no mundo físico, era necessário um local para reunir todos esses endereços. Uma espécie de lista online.

Os diretórios passaram a receber os cadastros dessas empresas com as URLs e uma série de outros dados (como palavras-chave) para especificarem o nicho de mercado de cada um desses negócios.

Era possível também pagar para que esses diretórios posicionassem sua página entre os primeiros no ranking, mais ou menos o que acontece hoje em dia com as estratégias de marketing digital.

A mudança no modelo de negócio

Cada vez mais havia o interesse pela divulgação dos sites empresariais, e isso acabou refletindo na eficácia dos diretórios de busca, que passaram a oferecer resultados muito extensos e até mesmo confusos, além de pouco relevantes.

Isso acontecia porque quem cadastrava manualmente os sites usava um excesso de palavras-chave, com tags inapropriadas, tudo para aumentar a visibilidade do site. O efeito colateral era a perda de relevância.

Os diretórios passaram então a usar os crawlers. A ferramenta era capaz de fazer um registro mais detalhado e inteligente dos dados dos sites, inclusive verificando se as palavras-chave registradas constavam, de fato, nas páginas cadastradas. Isso refinou a busca, fazendo-a ser relevante e precisa novamente.

No Brasil da década de 1990, os mais importantes diretórios de busca eram o Cadê?, o Altavista e o Yahoo. Mais tarde, todos passaram a ser um só.

Neste post, você pôde ver como os diretórios de busca, se bem utilizados e escolhidos com cuidado, ainda podem ser muito úteis dentro da estratégia de marketing digital de uma empresa. Quer ver mais conteúdos como este? Curta nossa página no Facebook!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>