Qual é a importância da experiência do usuário para o marketing?

Mais do que solucionar um problema do cliente, as empresas devem sempre se preocupar em oferecer uma boa experiência ao usuário, também chamado de UX. Esse elemento é indispensável no planejamento e execução de qualquer negócio para que ele tenha sucesso e consiga manter um fluxo frequente e recorrente de vendas. Por isso, preparamos este artigo em que mostraremos o que de fato representa a experiência do usuário e como desenvolvê-la. Confira!

O que é a experiência do usuário?

A experiência do usuário, ou user experience (comumente abreviado como UX), é o conjunto de emoções e percepções que uma pessoa tem ao acessar algum material ou serviço de uma empresa, seja por impacto de uma campanha de marketing, por visitar o site, falar com um representante ou utilizar um produto.

Com tanta competitividade no mercado, a preocupação em oferecer a melhor experiência possível aos usuários se tornou fundamental para qualquer empresa. Nesse contexto, o marketing digital é um aliado muito estratégico, pois apresenta diversas ferramentas e possibilidades para atrair o público. Entretanto, é preciso cuidar para que esses usuários de internet, além de atraídos, se tornem consumidores do seu produto e sejam retidos na cartela de clientes da empresa.

Imagine que você está buscando um determinado item para comprar. Depois de fazer uma pesquisa na internet, abriram-se algumas janelas de marcas diferentes, de forma que você terá que analisar qual a melhor opção. Porém, em uma delas você teve uma navegação complicada, com informações confusas e mal organizadas. Certamente, essa opção perderá espaço em relação às outras!

Por isso, a experiência do usuário é importante para manter uma boa atração e retenção de clientes, de forma a colaborar para o fechamento de vendas frequentes e recorrentes.

Como fazer uma avaliação da UX?

Se a experiência do usuário, conforme falamos no item anterior, possui um impacto direto nas vendas, nada mais interessante que manter uma forte avaliação de cada domínio da marca, a fim de aprimorar a visão dos consumidores, não é mesmo? Por isso, agora mostraremos como criar esse modelo de análise.

Faça testes A/B

O teste A/B é uma importante técnica para avaliar a UX e criar um ambiente de maior conversão. Esse teste consiste em criar duas páginas com o mesmo foco, mas com mudanças objetivas. 

Por exemplo, você deseja avaliar se a cor de um botão de chamada para determinada ação pode interferir no número de pessoas que se cadastram no site. Então, cria duas páginas de conversão, uma com o botão verde e outra com a cor azul. Você mensura o fluxo do site em cada uma das duas páginas e avalia os resultados.

Essa estratégia possui uma grande eficiência se feita de forma planejada e bem estruturada. É preciso ter atenção em utilizar apenas uma variável de cada vez e criar uma boa divisão do fluxo, de modo a não interferir diretamente nos resultados.

Além das cores de botões, que exemplificamos, você pode testar o que achar mais apropriado, como textos, imagens, design da página e disposição dos itens.

Também nas estratégias de marketing digital os testes A/B podem ser aplicados. Você pode, por exemplo, mudar elementos das campanhas e avaliar qual configuração está gerando melhores resultados.

Busque a opinião dos seus usuários

Se você quer avaliar como está a experiência do usuário ao acessar o site da sua empresa, utilizar um produto ou outro tipo de interação, ninguém melhor que o próprio usuário para te dar essa resposta, não é mesmo? Portanto, é essencial que você peça essa informação ao público.

Uma ideia é criar pesquisas de satisfação, questionando cada ponto que deseja analisar. Tenha em mente que o formulário utilizado não deve ser extenso ou complexo, pois a quantidade de respostas pode inviabilizar uma boa análise.

Avalie as métricas de desempenho

Outra possibilidade para avaliar a experiência do usuário é acompanhar as métricas de desempenho. A taxa de conversão, por exemplo, pode ser um bom indicador de como o seu ambiente on-line está recebendo os visitantes.

Como a taxa é uma relação entre o fluxo de visitas e as vendas, pense: se há muitas pessoas no site, mas poucas vendas concluídas, isso pode ser um sinal de dificuldade na navegação.

A taxa de rejeição do site também é um bom indicador. Essa métrica mostra as páginas das quais os usuários entram e saem sem acessar outras informações.

Com tantas possibilidades no marketing digital, como a utilização das redes sociais, e-mail marketing e campanhas de anúncios, é preciso acompanhar os resultados de cada ação com o intuito de otimizar as conversões. Cada interação pode gerar uma experiência, que deve ser analisada, medida e otimizada.

Como gerar uma melhor experiência?

Agora que vimos a grande importância da UX e como ela deve ser monitorada, mostraremos algumas dicas para que você melhore a experiência dos seus usuários. Acompanhe:

Construa uma boa escaneabilidade das páginas

Cada página dentro do seu site deve ter uma fácil e agradável escaneabilidade. Isso representa a facilidade de leitura e interpretação das informações. Por exemplo, se você deseja investir em marketing de conteúdo, mas cria textos sem qualquer formatação, a leitura se torna pesada e afasta os visitantes.

Da mesma forma, se os seus produtos dentro da loja virtual estiverem dispostos de forma aleatória e desorganizada, os resultados podem não ser os esperados.

Por isso, crie um ambiente com design agradável e intuitivo, que ofereça uma boa experiência do usuário.

Adapte seu site para os dispositivos móveis

Os dispositivos móveis devem sempre estar nas estratégias de marketing e vendas das empresas. Os aparelhos são cada vez mais utilizados para a navegação. Empresas que criam seus domínios sem que eles sejam adaptados para esse uso, acabam perdendo grandes oportunidades.

Por isso, adapte suas páginas para esses dispositivos e promova uma boa usabilidade aos clientes.

Use uma linguagem de acordo com a sua persona

Por fim, não se esqueça de utilizar a linguagem adequada nas suas campanhas de marketing e dentro dos seus domínios. Se utilizar uma comunicação confusa ou divergente daquilo que seu público utiliza, a compreensão das mensagens pode ser afetada e os resultados também.

Defina a persona do seu negócio e construa cada estratégia com base nessas informações levantadas.

Portanto, como vimos em nosso artigo, a preocupação em oferecer uma boa experiência do usuário é indispensável em qualquer tipo de empresa. Esse trabalho garante um melhor desempenho com as ações, otimizando cada recurso empregado e gerando maiores vendas.

Tenha atenção com as dicas que fornecemos e mantenha um acompanhamento constante das suas atividades.

Gostou do nosso conteúdo sobre a experiência do usuário para o marketing? Então, deixe seu comentário no post e contribua com a nossa discussão.

Você Também Vai Gostar